[Review] Dead Space Mobile (iOS)

Demorou, mas finalmente postarei meu primeiro Review (Resenha). Vocês devem ter reparado que postamos muitos previews, apenas testando versões demo de jogos, pois era algo mais simples e descompromissado. Particularmente, sempre hesitei em fazer reviews de jogos completos, pois a ideia de condensar a experiência de várias horas de jogo em um texto que será lido em alguns minutos, é assombrosa!

Mas tenho que começar de alguma forma e o jogo escolhido foi Dead Space Mobile.

História: Se passa 3 anos depois do primeiro Dead Space e, diferente dele, você não sabe a real identidade do personagem que controla, pois ele está em uma missão secreta da Igreja da Unitologia (Church of Unitology) e lhe é dado apenas o codinome de Vandal. Outro recurso utilizado para manter o anonimato é o uso de um capacete com um filtro, dando ao personagem uma das vozes mais cavernosas de que se tem notícia!

Os unitologistas acreditam inflexivelmente que a raça humana foi criada pelo Design Inteligente de uma ação divina alienígena e será reunificada após a morte no Céu, através do poder de um artefato sagrado conhecido como O Marcador (The Marker). A promessa da Igreja da Unitologia é apenas uma: “transformação e renascimento”.

Vandal é um recém-convertido, nem ele mesmo sabe qual é o real objetivo de sua missão, quem lhe dá as instruções via rádio é Tyler Radikov.  A trama se passa nas minas da Titan Station (a maior lua de Saturno). Inicialmente, Tyler ordena que Vandal faça uma sabotagem nas caixas de energia de um setor e diz que suas habilidades de engenheiro fazem dele a pessoa perfeita para a tarefa. Mesmo desconfiado, Vandal continua destruindo as caixas de energia e quando termina, dá de cara com os primeiros Necromorphs e começa a fugir deles. Neste momento uma voz feminina fala no rádio: “Vandal, eu represento a Igreja, me ouça. O que você acabou de ver é sua recompensa, (…) não tenha medo. Sua morte será gloriosa, um caminho sagrado para a vida além da morte”

Não preciso nem dizer o quanto Vandal os xinga! Ele diz que a Igreja irá pagar por isso quando contar ao Governo tudo o que sabe. O Diretor Tiedemann o rastreia através do seu número de armadura (R.I.G.) e começa a conversar via rádio. Vandal explica que foi enganado, Tiedemann diz que há uma forma de se redimir: conter a infestação dos Necromorphs para que não cheguem ao setor público da estação. Depois dessa introdução, acho que já é possível  ter uma boa ideia da trama.

Jogabilidade: Vale lembrar que não joguei a versão completa dos outros jogos da franquia para console. A única experiência que tive antes com Dead Space, foi o Demo da versão de Xbox 360, o qual não gostei. Acredito que ele não reflete a experiência do jogo completo, portanto pretendo tentar jogar a versão completa no futuro. Já no Iphone, logo de cara, achei que o jogo foi muito bem resolvido na questão da jogabilidade. Pois ao invés de tentar emular a experiência dos consoles e PCs, fizeram o jogo totalmente voltado para celulares e tablets com Touch Screen, aproveitando também os recursos de acelerômetro.

Uma coisa que admiro em alguns jogos atuais é fator “clean”. Dead Space nos trouxe isso, com  o marcador de energia vital na parte traseira da armadura e os contadores de munição sendo mostrados nas próprias armas. Mas na versão Mobile, isso foi maximizado: o jogo não mostra nenhum direcional virtual na tela, tanto o movimento do personagem quanto da câmera, são feitos deslizando os dedos na direção que você quer que ele vá ou olhe. O ponto negativo aqui é que, em certos momentos, o seu polegar pode atrapalhar um pouco a visão do lado esquerdo da tela.

Outro uso interessante do Touch Screen é para as armas e habilidades especiais. Para selecionar a arma principal, é necessário tocar em um ícone na direta superior, mas com ela selecionada, para entrar no modo de mira, basta tocar uma vez na tela, tocando novamente, você dispara. Para recarregar, basta tocar no visor da própria arma que estará com o símbolo de duas setas. As armas geralmente possuem 2 funções, para alternar entre elas, basta dar uma pequena inclinada para esquerda ou direita.

Vandal tem também outras 2 habilidades que podem auxiliá-lo durante o combate ou em certos obstáculos. Stasis: no modo de mira, tocando em um círculo que está no lado direito de suas costas, ele arremessa uma energia que pode “congelar” os inimigos durante alguns segundos. Já o Kinesis, é o famoso poder telecinético usado para levitar e arremessar objetos. Este último, apesar de ser bem interessante, traz uma grande desvantagem que desencoraja seu uso: quando você levita objetos muito grandes, eles acabam tampando sua visão, dificultando a locomoção e mira.

Outro fator de jogabilidade que aparecerá mais raramente, é o Pulo em Gravidade Zero (Zero-G Jump). Em determinados trechos, você poderá mirar em um ponto e quando o retículo da mira estiver verde, basta sacudir o seu dispositivo verticalmente. O legal destes momentos, é que você perde um pouco a noção do que é o chão ou teto, graças aos pulos e as botas magnéticas de sua armadura. Mas algumas partes exigem atenção aos detalhes, então cuidado para não ficar “andando em círculos” e se frustrar por não saber por onde deve ir!

Além do combate corpo a corpo, geralmente deslizando o dedo para cima para usar a Plasma Saw (ou para baixo para dar um pisão), existem alguns QTE (Quick Time Events), quando algum inimigo gruda em você. Por falar em inimigos, há uma variedade razoável deles, cada qual com seus ataques próprios e macetes diferentes para matá-los, exigindo raciocínio do jogador.

Gráficos: são muito bons para uma plataforma portátil. Apesar da maior parte do jogo ser em ambientes mais fechados, tuneis e corredores, temos algumas variações com cenários bem caprichados. A movimentação de Vandal é muito bem feita e tem algumas nuances, como nos momentos em que ele tem alucinações.

Som e Trilha Sonora: Ao iniciar o jogo, o primeiro aviso na tela recomenda que sejam usados fones de ouvidos para uma melhor experiência. Eu também recomendo.No Iphone, pelo menos, não há uma qualidade muito boa em seus auto falantes, sem contar que a imersão será total, principalmente se você estiver jogando em um local silencioso, escuro… Medo? Confesso que nas primeiras vezes que joguei levei pequenos sustos, mas depois me habituei com os inimigos e ritmo de jogo. Entretanto, os efeitos +  trilha sonora são muito bem executados e acabam lhe deixando tenso.

As principais motivações para querer continuar jogando Dead Space Mobile, são as constantes aquisições de armas novas e upgrades, tanto para as armas, quanto para sua armadura. Sem contar o New Game+ : Dificilmente você conseguirá equipar tudo da primeira vez que jogar, então você deve escolher em que irá gastar seus recursos. E depois de terminar o jogo, você pode começá-lo novamente desde a primeira fase, mas mantendo todas as armas, upgrades  e dinheiro adquiridos na campanha anterior. Existe também uma arma que você só consegue obter, comprando. Se trata do Heavy Pulse Rifle que custa 200.000 Créditos!

O fator replay do jogo é reforçado com os achievements (conquistas que liberam alguns wallpapers) e outros 2 modos de jogo mais no estilo horda/survival. No “5 minutes do Kill”, você tem 5 minutos para matar o maior número de inimigos possível. Já no “Endless”, você tem que matar o máximo possível até que você mesmo morra.

Conclusão: Se você gosta de jogar no Iphone, Ipod Touch ou Ipad, Dead Space Mobile é um jogo obrigatório! Na data da publicação deste post, o jogo está saindo por US$ 0.99 na App Store, clique aqui para conferir. Mas mesmo no seu preço habitual de US$ 6.99 acho que vale a pena, pois este é o melhor jogo de Iphone que joguei até o momento!

Atualização: Ficamos sabendo atráves do leitor John que o jogo também está disponível para Android. Valeu John!

Horas  de Jogo: Levei aproximadamente 7 horas da primeira vez. Mas com o New Game+ já estou jogando a campanha pela terceira vez e acumulando 14 horas de jogo!

Prós
– Gráficos
– Som e Trilha Sonora
– Jogabilidade fluente
– Fator replay
– Bom enredo
– Final surpreendente

Contras
– Mesmo com jogabilidade fluente, em alguns momentos ela pode irritar um pouco, como quando se toca na tela para tentar se movimentar e a arma dispara, desperdiçando munição. Ou quando se está carregando algo com a habilidade Kinesis e ao esbarrar em algo, ou virar bruscamente o objeto cai.
– Legendas fora de sincronia atrapalham no entendimento da história.

Ficha Técnica
Ano: 2011
Desenvolvedora: Iron Monkey Studios
Publisher: Electronic Arts
Platformas: iPhone, iPad, iPod Touch, Sony Ericsson Xperia Play e Blackberry Playbook
Gênero: Survival horror, Third Person Shooter
Single player
Classificação: Maiores de 12 anos

Pretendemos dar bastante destaque aos jogos da plataforma iOS (Portáteis da Apple), pois acreditamos que há uma certa carência de reviews para jogos de Ipod Touch, Iphone e Ipad nos blogs de games. A grande maioria se resume apenas em divulgar promoções (algo que estamos sempre fazendo em nosso Twitter). Espero que tenham gostado do review, espero escrever mais no futuro.

13 pensamentos sobre “[Review] Dead Space Mobile (iOS)

  1. Val Deir disse:

    Agora tu tome coragem na cara e jogue os de console! já estou baixando o do iphone, vamos ver se consigo jogar… hehe

  2. Homer disse:

    Aew velho legal a atitude do review. Só não li por completo, pois quero me previnir de spoilers afinal tenho que tomar vergonha na cara e terminar o joguinho. Bem resolvida a estrutura do review. Vlw

  3. FrankCastle disse:

    @Val Deir,
    Opa! Jogarei sim! Pode demorar, mas jogarei com certeza!
    Valeu por baixar o de Iphone! (não estou ganhando comissão) Depois poste suas impressões

    @Homer
    Tem spoilers do começo do jogo só no “História”, depois o texto do review está tranquilo. Ia colocar um aviso de Spoiler e um link para clicar do maior spoiler do jogo, mas achei melhor não, eu acredito que quem puder, irá jogar!

    Valeu pessoal! Se tiverem gostado, divulguem aí e se não gostaram, digam no que posso melhorar! Um abraço!

  4. John disse:

    Hehehe. Ótimo review!

    Zerei esse game ontem pela primeira vez, na versão para o Android. O final é mesmo muito surpreendente! *o*

    Ah, e parece q esta versão é limitada, comparada com a do iPhone. Acho que não tem a arma de 200 mil e nem os modos de “challenge”..:/

  5. FrankCastle disse:

    @John
    Primeiramente, obrigado John!🙂

    Eu até pensei em deixar uma seção com Spoilers ou link para mostrar o final para quem quisesse ver, mas preferi não colocar, pois vale muito a pena jogar e ver por si mesmo!

    A arma é legal para jogar no Game +, já os outros modos Challenge não acho que fazem tanta falta. Mesmo só com a campanha principal é um jogão! Estou jogando Infinity Blade e minha opinião continua a mesma: Dead Space Mobile é o melhor jogo de Iphone que joguei!😉

    Não sabia que existia versão para Android, vou atualizar esta informação no post! Valeu! Continue ligado em nosso blog, sempre que possível, faremos reviews de jogos portáteis! Um abraço!

    • John disse:

      Hehehe. Dead Space foi o primeiro game HD que joguei no meu Galaxy Mini. Mesmo não sendo o top da linha Galaxy, babei com o gráfico e desempenho. Como você, eu acho que é o melhor jogo mobile, porém para Android, que já joguei, mesmo não tendo os mesmos extras da versão para iPhone…🙂

      Coincidentemente, o segundo game que mais jogo no meu celular é Bloody and Glory, que é uma game com um estilo bem parecido com o Infinity Blade…

      Aguardo então mais reviews de games mobile! Esse aqui, em particular, ficou muito bom!

  6. […] joguei Dead Space Mobile para Iphone (confira o review aqui),  gostei muito de sua ambientação e sua  temática de ficção científica. Um detalhe […]

  7. open2tech disse:

    Parabéns pelo review, Diego.🙂

    Cara, esse é um jogo que me interessa há tempos, e depois que li seu review, fiquei ainda mais interessado. Acabei aproveitando uma recente promoção na App Store, e o comprei. Fiquei boquiaberto.

    Muito bacana mesmo. Gráficos sensacionais, e a voz do protagonista, como você mesmo disse, é bem cavernosa. Um show à parte. Achei bacana também o fato de contarmos com aquele mesmo indicador de objetivo que existe nas versões para PC e consoles.

    Joguei o Dead Space 1 e 2, e estou adorando esse no iPhone. Valeu cada centavo (não me lembro agora se foi US$ 0,99 ou 1,99).

    Grande abraço!

  8. FrankCastle disse:

    Valeu Marcos!

    Fico feliz que tenha gostado. Pois é um grande jogo para iPhone, temos aqui a intenção de dar bastante destaque para a plataforma iOS, assim como você tem feito no Xboxplus. Pois estão surgindo muitos jogos bons. Se lembrar, depois de terminá-lo, diga o que achou.😉

    Um abraço!

    • XboxPlus disse:

      Poxa, diego, adorei! Que jogo!🙂

      E é isso aí. Legal que vocês também tem intenção de dar destaque a jogos para iOS. A plataforma está cada vez melhor, e muitos games bacanas estão sendo lançados.

      Dá uma procurada também por um chamado Crazy Hedgy. Não sei se você vai gostar do estilo, mas ele é muito divertido. E foi desenvolvido por uma empresa especializada em animação.

      Sobre o Dead Space, engraçado que ao jogá-lo no iPhone é impossível não lembrar dos que joguei no Xbox e no PC. Mostrei a introdução pra minha esposa, até o momento em que a câmera chega ao protagonista, e ela ficou boquiaberta.

      Pode deixar. Assim que terminar posto aqui o que achei.🙂

      Abraços!

  9. Ruan disse:

    ATENÇÃO: O comentário abaixo contém SPOILERS!

    Terminei ele e fiquei triste em saber que depois de toda aquela luta para sobreviver, nem se tem mais noticias dela, o que se tem sao dois audiolog dela no dead space 2, e só.
    Até que eu gostei de jogar com ela, bem no estilo RE3 quando vc joga com uma personagem feminina como protagonista.
    Revelando alguns spoilers:
    Este homem que ela obedece cegamente é seu marido, isso é revelado no final com ela chamando por ele;
    Tiedeman, diana sao os vilões de dead space 2 e enganam ela o tempo todo;
    me parece que ela morre, pois um dos audiologs dela é encontrado num corpo morto.
    Valeu um abração

    ATENÇÃO: O comentário acima contém SPOILERS!

    • FrankCastle disse:

      Olá Ruan!

      Realmente estes jogos que são spin offs acabando sendo lembrados só com pequenas referências nos jogos principais. Ainda assim, é legal saber que citaram o personagem em outros jogos.

      Obrigado pela visita e comentário no blog. Um abraço!

  10. […] Ou seja, temos aí alguns belos jogos da EA por US$ 0,99, para iPhone e iPad. Fica a dica, aliás, para a versão iOS de Dead Space, a qual é realmente espetacular. […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s